sábado, 23 de agosto de 2008

Audiência pública no STF sobre aborto de fetos anencéfalos

Em Brasília, o STF realizará na próxima terça-feira (26) e quinta-feira (28), a partir das 9 horas da manhã, uma audiência pública para discutir a descaracterização como crime do aborto de fetos anencéfalos.

Pedimos a todos que puderem, que compareçam ao plenário do Supremo Tribunal Federal. Fiquem quanto tempo puderem. O importante é mostrar nossa presença. Não podemos deixar que deficiência física seja punida com pena de morte.

7 comentários:

Carlos Antônio disse...

Quer dizer que agora, ao criar uma nova forma de aborto permitido, o STF vai deixar de ser apenas julgador para ser legislador?

Isso não é uma interferência de poderes?

Eliane Alfradique disse...

Sou manifestamente contrária ao aborto em todos os casos. Escrevi um artigo sobre "Direito à Vida", abordando o tema e mostrando em imagens de ultrasonografia que uma mulher esperava um filho que não tinha pelas imagens feitas através dos mais modernos avanços da tecnologia, esperança de vida. A tal ponto, que o médico que acompanhava opinou pelo aborto. A mãe disse que queria o filho e aos nove meses de gestação, nasceu Sara, uma menina linda e perfeita. Quer acreditem ou não, existem mais mistérios entre esse céu e essa terra, que nenhum vivente pode explicar. Como juíza, uma vez autorizei um aborto de uma gravidez resultante de estupro. Após todas as formalidades legais, a mãe de mãos dadas com o seu namorado, contou que havia desistido do aborto e que ambos iriam criar a criança. Mais felicidade para mim, foi impossível. Prevaleceu a vida, isso que as pessoas têm que entender. A vida prevalente sempre. Penaliza-se o feto com a morte, quando não existe pena de morte no país. É incoerente. Entendo que a vida tem que ser defendida, em todas as suas formas. Ninguém tem o direito de cercear esse direito, como no exemplo claro da menina Marcela de Jesus, que apesar de tudo, teve seu ciclo de vida não interrompido pela mão do homem. O homem de nada sabe. E mais, sou de entendimento que a Suprema Corte de Justiça deste país, não deve interferir em questões legislativas. Cabe àquele Sodalício julgar os casos ali apresentados, nunca normatizar, sob pena de interferência sim, nos Poderes da República.

Anônimo disse...

É isto ai mesmo. O STF, O STJ e outros Tribunais Brasileiros querem assumir a bandeira que os políticos não podem ou têm vergonha de assumirem agora, depois da derrocada de mais de uma vez do desejo de transformar em Lei o direito de abortar em nosso País.
Aliás, sou advogado e estou cada vez mais certo que se os maçônicos abortistas e anti-cristãos não conseguem aprovar a Lei como desejam, então, querem impor através de seus membros dentro do Judiciário, o tal desejo movidos por Satanás e os príncipes que governam este mundo, como diria o saudoso Papa Leão XIII, quando ensinou a seguinte oração a todos os cristãos depois duma visão do trono de Deus e onde o próprio apóstata pedia um tempo para destruir a Igreja de Deus na Terra, eis a oração: SÃO MIGUEL ARCANJO DEFENDEI-NOS NO COMBATE, COBRÍ-NOS COM O VOSSO ESCUDO CONTRA OS EMBUSTES E AS CILADAS DO INIMIGO MAL, ORDENA-LHE DEUS INSTANTEMENTE O PEDIMOS, Ó PRÍNCIPE DA MILICIA CELESTE, PRECIPITAI NO INFERNO AO MALÍGNO E OS OUTROS ESPÍRITOS IMPUROS, QUE ANDAM PELO MUNDO PARA PERDER AS ALMAS. AMÉM!
Os Senhores Ministros do STF e a maioria dos outros Tribunais são a proção e a pertença do que está por vir ainda sobre a humanidade, isto é o ANTICRISTO na própria pessoa, como diz o Apocalipse. Eles querem a todo custo implantarem a Nova Era sem Deus e sem Eucaristia. Mas, quando pensarem que isto ocorreu, eis que virá o ladrão para trazer um novo Céu e uma Nova Terra e onde habitará a verdadeira Justiça e não mais por meio destes espíritos inescrupulosos da atualidade e de nossa história humana. Assim, não haverá mais aborto e sim quem serão abortados ? Justamente quem agora quer aprovar este crime absurdo e contra a vontade de Deus... Quem tem ouvidos ouça e olhos enxergue...

Alexandre Luiz Antonio disse...

Uma Sugestão:-

Por que vocês do movimento Nascer É Um Direito não criam uma campanha para enviar e-mail para todos os ministros do STF, como fazem com os deputados???

Daniel Martins disse...

Prezado Alexandre,

Os Ministros do Supremo são infensos à pressão massiva, mas estamos pensando em alguma forma de interagir sobre o evento.

Joani Bobalo Pasturczak disse...

Estão tirando os valores critãos, em troca de valores materiais.
Os interesses são divrsos, e as premescuidades são tantas, que eu não sendo pai, atéentão irei levar em conta essa possibilidade, quando for me casar, pois estou com pena os que estão estudando.
A escola virou a arma contra a família.
E os congressistas que optarem pelo aborto para mim são uns covardes. Eu me consolo por que Deus irá cobrar.

Anônimo disse...

Me chamo Ana Valéria moro em maracanaú-Ce e tive uma experiência de uma gravidêz onde o meu ginecologista queria fazer o aborto, pois eu tinha uma gestação com Oligondraminio que quer dizer, falta do líquido Amineótico e nenhum feto resiste muito tempo a esse problema, e eu a mãe estava correndo risco de vida pois tinha uma porta de entrada para infecções e poderia ter uma Septicemia (infecção Generalizada) e mesmo assim com todos esses problemas esperei minha filha nascer de maneira natural como ela nasceu aos 5(cinco) meses de gestação não tive septicemia e hoje tenho minha consciência tranquila de que fiz o que é correto esperar a lei da natureza. Abortar nunca enquanto a vida a esperança, minha filha lutou sozinha 30min para sobreviver mais não consegui pois não tinha um pulmão normal e os médicos nada puderam fazer por ela. Por isso mães de crianças Anencéfolas tenham suas gravides completas, esperem pelo dom de Deus que é o nascimento e deixe que a natureza faça o resto e amem seus filhos com todo amor que você pode dar. Eles não são monstros eles são seus filhos e muito mais, são seres humanos que por infelicidade foram gerados com uma diferença mais que precisam de respeito e de muito amor.
Aborto nunca, nem em caso de estupro, se não quer a criança tenha e as der para ser adotada e ter uma chance de ter uma família.
Isso é o que Deus quer que nós seus filhos que fomos criados a sua imagem e semelhaça façamos.
Deus as abençoe sempre - Amém